Jennifer L. Thompson. 18 USA'
.
Textos

O mito da mulher misteriosa

Com certeza você já deve ter visto uma dessas ou no seu trabalho, grupo de amigos ou mesmo andando nas ruas. Talvez você até mesmo seja uma dessas mulheres. É fácil reconhecer a mulher misteriosa. Ela jamais atende o celular na sua frente. Se levanta e vai atender bem longe de você.

E você não sabe se ela está narrando alguma postura do Kama Sutra ou uma receita de bolo de fubá da vovó. O toque do seu celular é discretíssimo e você nem percebe que ela saiu de perto pra atender. Porque ela também é discretíssima.

Por que terminou o namoro da mulher misteriosa? Ela enjoou dele? Levou um pé na bunda? O cara morreu? Ela ta sofrendo? Você nem sonha. Ela não conta nem pro terapeuta. Aliás, você também jamais vai descobrir se existe um terapeuta. Sua idade é entre 25 e 38 anos. Não dá pra saber só de olhar. Seu rosto se desfaz em segundos. Talvez ela more nos Jardins. Pinheiros. Veio de Curitiba. Ela é carioca? É ali por perto, você acha. Seu carro é preto ou cinza, quase certeza. Ela gosta de música, porque vive de I-pod. Mas o que será que ela escuta? Nada. você não sabe absolutamente nada da mulher misteriosa. Quando você a encontra no banheiro, dá um segundo e ela desapareceu. E você louca pra descobrir, ao menos, a marca da sua pasta de dente.

Numa mesa de bar com conversa animada ela se limita a sorrir. Numa festa importante ela se limita a aparecer por minutos e desaparecer em segundos. Em um show ela jamais canta as letras, rebola, comemora, fica suada. Aliás, quem é que já encontrou ela em algum show? Ou em algum lugar? Mas era ela, não era?

Dizer seu nome em vão parece até um pecado. Ela nunca fala de ninguém e muito menos dá assunto para alguém falar dela. Não se tem nada a dizer dessa mulher. Mas, para desespero geral de todas as outras mulheres, o mundo não tem outro assunto.

Todos os homens desejam loucamente a mulher misteriosa. Todas as mulheres desejam loucamente a mulher misteriosa. Sua personalidade incerta acaba se tornando uma personalidade fortíssima e seu jeito anulado acaba se tornando um espaço gigantesco para todos imaginarem o que bem quiserem.

E eu, como estava dizendo, sempre quis ser dessas mulheres imperfuráveis, inatingíveis, inaudíveis e incompreensíveis. Mas nunca consegui. Quando vou ver, já contei minha vida pra primeira pessoa que me deu um pouco de atenção. Já to rindo alto no restaurante porque não me controlei e fiquei feliz demais. Já escrevi um texto sobre o fulaninho da terça passada e publiquei numa revista. E o fulaninho ta morrendo de medo porque escrevi que gosto dele. E se alguém perguntar, vou dizer mesmo que goste dele. E se ele não gostar de mim, minha tristeza não será segredo para ninguém. E minha pasta de dente é para deixar os dentes branquinhos. E quando vou ver, lá se foi a mulher misteriosa que eu gostaria tanto de ser. Porque eu jamais poderia ser uma.

E sofri anos com isso. Até que resolvi conviver de perto com algumas mulheres misteriosas para tentar descobrir o que se passa na cabeça e na alma desses seres incríveis que nunca têm nada a dizer, a doer, a aconselhar, a cantar, a dançar, a morrer de rir, a fofocar, a detalhar, a exagerar, a sonhar, a dividir, a acrescentar. E descobri que a coisa era muito mais simples do que eu imaginava: nada. Não se passa nada de relevante nem na cabeça e nem na alma dessas mulheres.

As mulheres misteriosas, tão admiradas e desejadas, não passam de mulheres sem a menor graça. Elas não calam por mistério, charme ou discrição. Calam porque simplesmente não há nada mais sábio que elas possam fazer.

Ele estava lá, lindo como sempre, só que a diferença é que eu não estava lá com ele na janela sentados fumando um depois de uma noite de amor. Eu estava em casa, sozinha, chorando feito uma louca por que tinha acabado de fazer uma besteira, uma besteira daquelas que nunca se passou em minha mente fazer.. Eu o trai. Me deixei levar por aqueles olhos verdes e aquele cabelo loiro sedoso caindo em seus olhos, me deixei levar pelo papo, pelo toque. Não vou mentir, eu gostei. Foi uma experiência nova pra mim. Eu tenho 25 anos e nunca tinha feito com um cara diferente, talvez seja por isso que eu esteja assim, ou talvez seja por que eu o amo muito. Ambos estão ligados.

Ele já confessou pra mim várias vezes que já me traiu, e nenhuma delas eu esbocei raiva pra ele. Sempre falei a mesma coisa “tudo bem, acontece!”, mas por que eu estava me culpando tanto? Ele já me traiu várias, eu simplesmente dei o troco de uma forma diferente. O troco foi amargo, com gosto de vingança.

Ele estava lá, eu estava bêbada e ele sóbrio pela primeira vez na vida. Ele estava com uma loira bonita aos olhos de longe, provavelmente virgem querendo perder com ele, obviou que ele não iria perder essa chance. Ele ficava me olhando de longe sem falar e nem fazer gesto nenhum, eu não queria saber dele e nem da virgem que estava com ele, eu queria aquele loiro dos olhos verdes. A cada minuto meu desejo aumentava por ele. Subiu um fogo no meu corpo incontrolável, coisa que eu nunca sentira antes. Nem com o meu namorado ou ex?

Em casa..

Será que eu deveria ir até ele, ou deveria ficar aqui quieta sem ir lá e tocar no assunto? Ele já tinha visto tudo, ele não iria querer qualquer tipo de explicação, até por que eu conheço ele, e ele não é muito de querer explicações, agora eu, já sou totalmente ao contrário. Também pensei na possibilidade dele estar com a gorda virgem, e eu não iria gostar nada de ver ele com ela. Tá que ele já me traiu e eu o perdoei em todas as vezes, só que é diferente de ouvir e ver. Acho que se eu vesse, realmente iria cair a minha fixa de que ele não me ama e que ele me trai. Mas de qualquer forma, eu ainda prefiro ficar me iludindo e estar ao lado dele. 

(Jenni + Ryanca, o-p-r-i-m-i-d-a + idealiza)

As vezes eu simplesmente quero dormir, as vezes quero comer, as vezes eu não quero falar nada mas quero que você perceba tudo … As vezes … sabe quando eu vou parar de falar as vezes? Nunca. As vezes eu to te amando, as vezes eu to te amando mais ainda. Minha vida é feita de “as vezes”. As vezes eu penso isso, as vezes eu penso aquilo. Nada pra mim parece impossível. As vezes parece, mas eu vou lá e faço pra mostrar que impossível não passa de uma palavra que muitas pessoas pequenas usam por medo de não conseguir o que quer! Não tenha medo de nada, faz o que você quiser sem medo das consequências. As vezes nem sempre isso é possível, mas vai por mim, existe uma pessoa que sabe o que é melhor pra você. Essa pessoa se chama Mãe! As vezes ela é chata, as vezes ela te da bronca, as vezes ela faz o que você quer, as vezes não. Mas sabe, ela sempre vai te dar os melhores conselhos e sempre vai saber o que é melhor pra ti. Ela sempre vai ter o melhor colo do mundo. A vida não é feita só de as vezes não tá legal! (Jenni,Ryanca oprimida) 30/08/2012

Pois é, eu me apaixonei por você, mesmo sabendo de tudo que você fez e faz com as garotas. Mesmo sabendo que a única coisa que você quer é sexo. Não vou negar, eu também quero. Quero com você, quero construir toda uma história contigo. Quero fazer você parar de fumar. Mas isso só ficou na minha mente, porque na verdade você já me esqueceu, você já ta em outrasó eu que ainda to em você. Você me viu crescer, você é 5 anos mais velho do que eu, isso parece ser tão estranho, mas pra mim não é. Mesmo com tudo isso, mesmo com todas as suas safadeza eu sei que existe um Eu dentro de Você. Eu não quero casar com você. Eu não quero nada sério, eu só quero alguns momentos de Nós. Os momentos que nós tivemos ninguém vai apagar. Parecia tão real pra mim. Parecia tão verdadeiro, mas eu sei que no fundo nada disso foi verdade, pelo menos pra você. (Jenni,Ryanca oprimida)  01/06/2012

E a saudade? Saudade do passado, saudade do presente, saudade de mim, saudade de você, saudade de nós. Eu não sei como me expressar pra você por que você sempre diz que eu sou fria demais e que isso não combina comigo. Então? Como eu posso dizer “eu te amo" de uma forma que combine comigo? Ainda não inventaram essa formula. Infelizmente eu te deixei parti sem ao menos te dizer te amo. Saiba que eu ainda acredito em mim, em nos. Infelizmente você ainda não nasceu pra que eu possa dizer “eu te amo" de verdade. Mas saiba que eu vou te esperar. Ou você até possa ter nascido, mas eu ainda não te conheci ou talvez você esteja debaixo do meu nariz e eu ainda não percebi. Eu sou meio lenta pra essas coisas, como você sempre disse. Então vamos esperar. Só o tempo pode dizer sobre mim, sobre você, sobre nós.  (Jenni,Ryanca oprimida)

As vezes eu simplesmente quero ficar sozinha e chorar, as vezes eu quero rir sem parar, as vezes eu quero me esconder do mundo, as vezes eu quero dançar eternamente, as vezes eu quero sumir e as vezes eu simplesmente queria que a vida fizesse sentido para mim. As vezes eu to alegre, as vezes eu to triste e as vezes eu simplesmente to vivendo. As vezes eu to dormindo e as vezes eu to acordada. As vezes eu to com fome e as vezes não. As vezes eu me sinto sozinha no mundo e as vezes eu lembro que existe 7 milhões de pessoas no mundo.  As vezes você é feliz e as vezes não. (Jenni,Ryanca oprimida)

Eu fico aqui me perguntando quando agente vai poder ficar juntos de verdade. As vezes eu penso que isso que eu sinto é uma idiotice e que isso não tem nada a ver comigo. Mais depois eu paro e penso     “isso não é idiotice, isso é um sentimento”. Não importa se agente está longe nesse momento, o que importa é que o destino nos uniu e o que Deus uniu ninguém além dele pode separar(Jenni,Ryanca oprimida)

Hoje eu senti saudade do passado, saudade de tudo aquilo que me fez bem. Hoje eu simplesmente vivi. Por mais que meu dia tenha sido bom. Hoje eu simplesmente me senti viva ! Eu queria que isso acontece pelo resto do ano. Hoje não foi um dia normal, hoje não foi um dia comum. Hoje eu meio que sai da rotina. Rotina : Acordar as 6:10, tomar banho, lanchar, escovar os dentes e ir pra escola 07:20. Primeira aula sempre é chata, já me acostumei ! 10:00 intervalo, ficar sentando vendo as pessoas rirem e ouvir músicas tristes que quase me fazem chorar. Depois voltar pra sala as 10:20. Depois ter os três últimos horários e ir embora. Hoje foi diferente. Hoje eu me senti especial, eu não sei por que, mais de alguma forma me senti ! Eu espero que esse ano seja ótimo, mas para ele ser ótimo eu tenho que fazer acontecer. Pequenas atitudes podem mudar tudo. (Jenni,Ryanca oprimida)

Isso que as pessoas chamam de Terra está longe de ser o paraíso. Isso aqui tá mais pra outra coisa. O paraíso não tem pessoas egoístas e que só pensam nelas mesma. O paraíso é cheio de flores e de pessoas com o coração bom. Quem tem o coração bom e inocente não consegue viver nesse tal lugar chamado Terra, cujo as pessoas são egoístas, mentirosas, falsas e invejosas. Só sobrevive na Terra quem já se acostumou com essas pessoas. E de tanto conviver com a falsidade e mentira você vira uma pessoa tão fria a ponto de não se comover com mais nada. (Jenni,Ryanca oprimida)

As vezes é preciso fazer umas loucuras, sai um pouco da rotina. Você precisa sair de casa conhecer novas pessoas, fazer coisas novas. Você precisa de um história pra contar. Você precisa ter orgulho de você. Se você ficar nesse computador vendo série e imaginando sua vida daquele jeito que história você vai ter pra contar ? Sai de casa, vai fumar, vai andar de skate, vai beijar na boca, sei lá, faz qualquer coisa. Você que só fala com as pessoas do outro lado da tela : ” Não abandone as pessoas que estão dia-a-dia com você tá ?Conhecer pessoas novas faz bem e vai te fazer muito feliz. Não deixe de viver sua vida por causa de um misero computador. (Jenni,Ryanca oprimida)

Você me diz pra mim me abrir e falar sobre o que eu sinto pra alguém, mas eu digo : Pra quê ? Ninguém se importa com o que eu sinto. Ninguém tá nem ai pra mim. Ninguém é abrigado a saber o que eu sinto. Seu eu não me abro com ninguém é por que eu tenho motivos para ser assim ! Alguém me deu motivos para eu ser assim ! Eu não me importo de guardar as coisas só pra mim. Pelo menos desse jeito eu evito fofocas.Ninguém merece saber o que eu sinto e nem o que eu acho delas.Eu estou bem assim. (Jenni,Ryanca oprimida)

Para de mentir pra si mesmo, por favor. Não se diga tão feliz, não se diga o que não és. Tu sente dor que eu sei, sente-se atrasado e machucado. Me sinto como você, pode acreditar. Sinto que a vida continua, mas eu continuo parada no mesmo lugar. Sinto que seu avião decola, e o meu está com falta até de ar. Talvez seja só impressão e sua situação não seja exatamente a mesma, mas é semelhante? É sim. Quero que saiba, que essa impressão de atraso é só um desvio para tuas longas caminhadas, a vida não te deixa, nem você se atrasa, você apenas não vê, seus pés se mexendo.” Carolina Tenório (Jenni,Ryanca oprimida)

Quando a gente resolveu dar aquele tempo em um dia de chuva na porta de sua casa, eu sabia que não existiria outra vez. Eu sabia que essa seria a ultima.E foi o ultimo beijo, o ultimo abraço, carinho, desejo e eu te amo. Você seguiu teu rumo e eu segui o meu. Simples Assim. É isso que acontece quando a gente se envolve mais do que devia e acaba se perdendo, se deixando levar por tanta loucura, tanto amor. Acontece que não foi saudável te querer como eu quis, e os dias se tornaram somente meus desde o tempo em que eu fazia de tudo para torna-lo nosso. Eu desejei-te tanto, meu amor. Foi tanto você no meu pensamento, e tanta sede de nós que me destroia por inteira. E minha mão se irritava pra pegar o telefone e te ligar, e só pedi pra você voltar, dar uma passada aqui na minha casa porque, se não se lembras, se esqueceu de algo que te pertence muito bem para levar consigo. Esqueceu de mim. E eu proucurava uma maneira pra poder te encontrar e não parecer tão óbvio, apenas pura coincidência. Eu só queria um pouco mais de você perto de mim, teu sorriso se espalhando pelo ambiente e a tua voz grossa fazendo meu coração amolecer. E para obter algo que me fizesse simplesmente desistir disso que chamo de amor não foi fácil. Eu lutei para conseguir. Mas primeiro, eu lutei por você, por nós, lutei por mim mesma, mas nada adiantou. Absolutamente nada. E chega um dia que a gente acaba se cansando de tanto tentar por nós, de tanto amar por nós. Isso só me faz lembrar do motivo que te deixei naquele dia de chuva. Foi por isso, meu amor; Por tentar demais. (Jenni,Ryanca oprimida)